Os Nossos Fados

Sobre

Acompanhados por alguns dos melhores músicos da nova geração do Fado, a maestria, a sabedoria e a arte – apuradas ao longo de várias dezenas de anos de carreiras individuais de enorme prestígio – de Maria Armanda, António Pinto Basto e José da Câmara vai dar uma nova luz aos grandes fados de cada um deles.

Fados imortais e absolutamente inesquecíveis vindos dos seus próprios reportórios que vão ser agora recordados num contexto de confraternização, de cumplicidade e de uma admiração recíproca que já se manifesta entre os três desde há muito tempo. Neste novo concerto conjunto, Maria Armanda, António Pinto Basto e José da Câmara recordam assim a sua própria História e não a História do Fado que os três, com Teresa Tapadas, celebraram com enorme sucesso há alguns anos.

Aqui, e entre muitos outros dos seus grandes sucessos, poderão ouvir-se – numa ordem que não é cronológica nem obrigatória, já que os alinhamentos ficarão ao critério dos três protagonistas:

“A Bia da Mouraria”, “Sombras da Madrugada”, “Mãe Solteira”, “Só Porque Desenhaste a Rosa Branca”, “Pedrito de Portugal”, “Vai um Fado ou um Fadinho?”, “Pão Caseiro”, “Natal no Ribatejo /Natal na Rua”, “Rio Tejo de Lisboa”, “Oh! Ferreiro! Bate o Malho”, “Pé Descalço”, “Novo Fado do Emigrante”, “Os Loucos”… (Maria Armanda);

“A Canção da Rosa Branca”, “Se Fores ao Alentejo”, “Avé-Maria Fadista”, “Portela Vem à Janela”, “Morena”, “Sabes, Maria”, “O Homem do Ribatejo”, “Margarida Vai à Fonte”, “Nobre Cidade (Évora)”, “Era Tão Bom Ser Menino”, “Doce Maria da Paz”, “Portugal Pequenino”, “Já Vives Dentro de Mim”… (António Pinto Basto);

“Canto o Fado”, “Moda das Tranças Pretas”, “Fragata da Borda d’Água”, “Velha Cantiga”, “Passeio de Santo António”, “Forcado de Montemor”, “Senhora do Monte”, “Não Digam ao Fado”, “Chiado Antigo”, “A Zanga do Fado”, “Pai Nosso Fadista”… (José da Câmara).

Contacte-nos

Registe-se na nossa Newsletter

© 2019 All rights reserved

Made With creativity by MWF