Jorge Fernando

Sobre

Jorge Fernando, Uma Vida Feita de Fado (e de Partilhas)

Ao longo de mais de quarenta anos de carreira musical – como cantor, músico, compositor, letrista e produtor -, a história de Jorge já se confunde com a História do próprio Fado. E, para 2019 (e 2020), está a preparar concertos muito especiais em que comemora 30 anos sobre o lançamento Fernando do seu primeiro álbum de fados, “Boa Noite Solidão”, editado pela em 1989 pela Polygram (actualmente Universal Music). Um disco em que Jorge Fernando protagonizava duetos ao lado de outros enormes nomes do Fado como Fernando Maurício, Maria da Fé e José Manuel Barreto.

Discípulo desse mesmo Fernando Maurício, companheiro de estrada de Amália Rodrigues, compositor de enormes sucessos para a sua voz e a de outros artistas (“Boa Noite Solidão”, “Trigueirinha”, “Pode Ser Saudade”, “Búzios”, “Quem Vem ao Fado”, “Chuva”, “Rosas Brancas para o Meu Amor” ou “Guitarra”), produtor de Mariza, Ana Moura ou Fábia Rebordão… Jorge Fernando é também, e acima de tudo, um enorme fadista que tem deixado no Fado a marca, única, da sua voz. Com treze trabalhos discográficos editados em nome próprio (e dezenas de outros em que deixou a sua assinatura como produtor, arranjador ou músico), Jorge Fernando editou recentemente mais um álbum marcante na sua carreira, “De Mim Para Mim”, em que ao lado de temas interpretados a solo está o dueto do single “Sr. Doutor”, partilhado com António Zambujo, Agir, Dino D’Santiago e Jorge Nunes.

Contacte-nos

Registe-se na nossa Newsletter

© 2019 All rights reserved

Made With creativity by MWF